NOTÍCIAS

Turismo na Ilha do Mel: o que fazer no destino paranaense?

 

O litoral do Paraná reserva um paraíso preservado: a Ilha do Mel. Com praias tranquilas, limpas e com água cristalina, a ilha é fascinante, uma das mais belas do mundo. Ela foi tombada pelo Departamento do Patrimônio Histórico Artístico Estadual e representa um refúgio para quem quer relaxar. Considerada um dos pontos turísticos de maior importância no estado, a Ilha do Mel atrai desde famílias, até casais em lua de mel e aventureiros.

Apesar de não ser deserta, a ilha tem um limite de 500 pessoas por dia, tornando-se perfeita para quem quer fazer um detox de tecnologia, estresse e vida urbana. A fiscalização para manter a ilha sem muita agitação é severa com proibições de músicas em ambientes abertos, somente com instrumentos musicais sem uso de aparelhos eletrônicos, e hora marcada para eventos acabarem. Além disso, apenas 5% da área da ilha tem construções, tornando o destino perfeito para quem quer relaxar.

As praias são a principal atração e elas atendem todos os gostos. Algumas são ideais para surfistas, com ondas perfeitas, como é o caso da Praia Grande. Já a Praia do Fora é bem mais frequentada, possui estrutura de bares na areia e indicada para quem quer badalação. Se a sua vontade é desacelerar e curtir o barulho do mar, vá para a Praia do Forte, que é bem mais tranquila.

Dentro da ilha é proibido andar de carro, por isso o melhor meio de transporte é uma bicicleta. As distâncias são relativamente pequenas e há diversas trilhas e lugares para alugar as magrelas. Para quem quer ver além das praias e conhecer seus arredores a dica é fazer um passeio de barco. Quem prefere aventura e frio na barriga vai gostar de voar de parapente e admirar o litoral de cima.

Confira as melhores atrações na Ilha do Mel:

Praias: as principais atrações da Ilha do Mel são suas belas praias. A Praia do Farol é a mais famosa, possui poucas ondas e é bem selvagem, pois não tem muita estrutura em volta. Outra bem sossegada é a Praia do Forte, rodeada de verde. Já a Praia do Fora é uma boa opção para quem quer mais agitação ou para pegar boas ondas. Além dos bares na areia, a noite alguns deles têm forró. Há também a Praia Grande, Praia do Miguel, Praia do Belo, Praia de Dentro e a Praia das Encantadas, todas com visuais de tirar o fôlego.

Trekking de volta à ilha: como não há carros na ilha, é possível percorrer toda sua extensão através de trilhas. Há algumas agências que fazem passeios com guias em diferentes caminhos. Perfeito para quem gosta de se exercitar e curtir a natureza.

Passeio de barco: há diversos passeios de barco que dão a volta na ilha e vão para seus arredores, mas o mais famoso é que vai para a Baía dos Golfinhos. É possível observar os mamíferos com facilidade. Outros destinos são a Ilha das Peças, Ilha do Cardoso e o Parque Nacional de Superagüi, que tem o título de Reserva da Biosfera pela Unesco.

Fortaleza de Nossa Senhora dos Prazeres: erguida no século 18, a fortaleza está localizada no alto do Morro da Baleia e possui um mirante com uma vista panorâmica para o mar. É possível encontrar canhões conservados da época da construção. Para chegar até lá é preciso fazer uma trilha ou pegar um barco.

Alugar uma bicicleta: como é proibido entrar de carro na ilha, a melhor forma de conhecê-la é alugando uma bicicleta. Existem vários lugares que disponibilizam bikes e é possível percorrer quase todas as trilhas com elas.

Gruta das Encantadas: a gruta representa o patrimônio natural mais importante da Ilha do Mel. Segundo a lenda, belas sereias viviam ali e atraiam os viajantes que passavam por lá com um canto hipnotizante. O acesso ao local é feito por uma passarela de madeira e só é possível entrar quando a maré está baixa.

Voar de parapente: para curtir a beleza natural da Ilha do Mel de um ângulo único, a dica é voar de parapente. As saídas são do Morro do Sabão, são realizadas sempre a tarde e tem duração de até 20 minutos. O litoral fica ainda mais belo visto de cima.

Farol das Conchas: localizado no alto do Morro das Conchas, o farol pode ser visto de quase todos os lugares da Ilha do Mel. Ele foi inaugurado em 1872 pelo Imperador Dom Pedro II com o objetivo de modernizar a navegação comercial brasileira. Para acessar o topo farol, é preciso subir 150 degraus que são recompensados pela vista maravilhosa.

 

Fonte: Pureviagem

Imagem: Bigstock by ErikUsuda

Compartilhe:

FRETAMENTO CONTINUO

A Tursan transporta seus colaboradores de maneira segura e personalizada, atendendo todas as necessidades da sua empresa

SAIBA MAIS