NOTÍCIAS

DIA INTERNACIONAL DOS MUSEUS

Museu, um patrimônio do turismo?

De acordo com o ICOM1, o museu é uma instituição permanente, sem fins lucrativos, a serviço da sociedade e de seu desenvolvimento, aberto ao público, voltado à pesquisa dos testemunhos materiais do homem e de seu entorno, que os adquire, conserva, comunica e, notoriamente, expõe, visando a estudos, à educação e ao lazer.

Segundo Ignarra (2003, p. 11), a OMT2 define o turismo como o englobamento as atividades das pessoas que viajam e permanecem em lugares fora de seu ambiente usual durante não mais do que um ano consecutivo, quer por prazer, quer negócios ou outros fins. Pretende-se discutir que a relação necessária que há entre turismo e museu que segue em caminhos similares, onde um depende do outro, pois há atividade turística nos museus e em patrimônios culturais através do turismo cultural. A potencialidade turística que leva milhões de pessoas aos lugares pode passar a ser também um destino bastante procurado pelos turistas nacionais e estrangeiros, isto é, tornar os museus pontos atrativos e culturais, no qual se possa fugir do cotidiano sol, praia e floresta. Para isso, é necessária a parceria entre turismo e museus, onde se pode inserir a visitação a pelo menos um museu ou centro cultural nos roteiros das viagens, independente do destino a ser visitado, para que se possa obter conhecimento e submergir com a cultura local.

Os museus são uma contribuição única no mundo. Através dos anos, preservam os objetos que foram utilizados, inventados ou descobertos pelo homem ao longo de sua existência histórica.

No caso das cidades ou locais preservados como patrimônio histórico e cultural, a própria arquitetura utilizada nas construções de moradias adquire, com o peso do tempo, uma dimensão de arte a ser preservada. E também cultuada.

Pensem ainda nos seres que jamais poderíamos cogitar, não fosse o trabalho de exposição, em museus de história natural, dos esqueletos de animais pré-históricos. Sem dúvida uma fascinante viagem no tempo é o que os museus, em geral, costumam nos proporcionar.

Isto porque tudo o que pode ser visto nos museus representa, na verdade, as riquezas naturais e culturais do mundo.

TIPOS DE MUSEUS

Os museus se apresentam ao público, em diferentes formas e estilos:

MUSEU HISTÓRICO

Museus em que prevalece a relevância histórica do seu acervo.

Exemplos

Museu Histórico de Ribeirão Preto

Museu Histórico Nacional no Rio de Janeiro.

MUSEUS DE ARTE

Onde o seu acervo é constituído exclusivamente de obras de arte, como

Esculturas, pinturas e instalações.

Exemplos

MARP – Museu de Arte de Ribeirão Preto

Pinacoteca de São Paulo.

MUSEUS DE CIÊNCIA

Onde o propósito é ensino da ciência e de suas formas de raciocínio.

Exemplos

Estação Ciência da USP São Paulo

Museus de Zoologia, USP São Paulo

MUSEUS BIOGRÁFICOS

Onde todo o acervo pertenceu ou foi produzido por uma só pessoa.

Exemplos

Museu Lasar Segal em São Paulo

Museu de Portinari em Brodósqui.

MUSEUS COMUNITÁRIOS/ECOMUSEUS

Tem o intuito de preservar a região em que se encontra, o ambiente cultural, social e espacial, mais voltado para a comunidade de onde se encontra, do que para visitantes de fora.

Exemplos

Eco Museu de Itaipu.

MUSEUS DE BAIRRO/ CIDADE

O seu enfoque é sobre história e a cultura dessa localidade, um resgate da memória.

Exemplos

Museu da Cidade em São Paulo.

MUSEUS TEMÁTICOS

Trabalha somente um tema, se utilizando de qualquer suporte de acervo para isso.

Exemplos

Museu do Café de Ribeirão Preto

Museu do Índio em Brasília

MIS – Museu da Imagem e do Som de Ribeirão Preto.

Estes, são alguns tipos de museus que encontramos, e cada um deles, pode ter instituições mantenedoras, em diferentes instancias, como

Prefeituras

Estados

Federal

Sindicatos

Grêmios

Universidades

Compartilhe:

FRETAMENTO CONTINUO

A Tursan transporta seus colaboradores de maneira segura e personalizada, atendendo todas as necessidades da sua empresa

SAIBA MAIS