NOTÍCIAS

DIA DA BANDEIRA

O surgimento das bandeiras se deu na Idade Média, quando os oficiais dos exércitos buscavam não serem confundidos com outras armadas. Como a ideia foi um sucesso, pois evitou a morte dos soldados aliados, as bandeiras passaram a fazer parte das nações.

As bandeiras podem representar várias coisas: uma família, um time, uma cidade, um estado ou um país, dentre outros.

A primeira bandeira do Brasil foi criada em setembro de 1822, mas somente durante a proclamação da república, em 15 de novembro de 1889, que apareceu o modelo atual.

Criada por Raimundo Teixeira Mendes e Miguel Lemos, a bandeira do Brasil tem seus significados: o retângulo verde representa nossas matas e florestas; a esfera azul substituiu a antiga coroa do império, tendo como significado nosso céu; as estrelas representam os estados que compõem nosso país e o losango amarelo simboliza o ouro.

As cores das bandeiras têm seus significados e variam de acordo com os interesses de cada país, estado ou região. Antigamente o azul denotava a nobreza, enquanto o vermelho eram os movimentos revolucionários.

Hoje em dia fica a critério de cada localidade: na Arábia, o verde representa a riqueza e a prosperidade; no Canadá, o branco simboliza a realeza, sendo que na Inglaterra é o vermelho que a traduz.

Uma das mais interessantes bandeiras do mundo é a da França, onde as listras azuis representam o poder legislativo; o branco, o executivo e o vermelho, o povo.

O Japão é conhecido como a terra do sol nascente, em virtude de apresentar um círculo vermelho no centro de sua bandeira, simbolizando o sol.

As cinquenta estrelas da bandeira dos Estados Unidos da América apontam para os estados que o compõem.

As bandeiras ainda podem apresentar legendas ou símbolos, estampando os anseios ou conquistas de uma comunidade ou nação.

Feliz Dia da Bandeira!

 

Fonte: Mundo Educação

Compartilhe:

FRETAMENTO CONTINUO

A Tursan transporta seus colaboradores de maneira segura e personalizada, atendendo todas as necessidades da sua empresa

SAIBA MAIS