NOTÍCIAS

Conheça 12 destinos que valem a pena visitar na baixa temporada

Os turistas brasileiros estão descobrindo as vantagens de viajar na baixa temporada. Os meses menos concorridos do ano já são a preferência de 30% dos viajantes, de acordo com a maior operadora de turismo da América Latina, e atraem, especialmente, quem deseja gastar pouco e ter tranquilidade.

Viajar de março a junho ou de agosto a novembro pode gerar uma série de benefícios. O maior deles é preço. Períodos menos concorridos costumam ser sinônimo de meios de hospedagem com desconto, alimentação e serviços turísticos a preços menores.

As vantagens não param por aí: os hotéis estão mais vazios, o trânsito está mais suave, e até as pessoas, muitas vezes, mais receptivas.

Confira, abaixo, 8 destinos que se destacam na baixa temporada:

Destino: Litoral catarinense (SC)

Período: março a junho

Uma das melhores estações para se aproveitar as praias de Santa Catarina é o outono, com dias claros e ensolarados, temperatura amena, menos chuva e praias vazias em relação ao verão, além de preços baixos. Florianópolis, Balneário Camboriú, São Francisco do Sul, Laguna e Ibituba são as cidades preferidas dos turistas nessa época, inclusive os surfistas, que ficam muito mais à vontade para aproveitar as ondas. A Serra Catarinense, que é próxima ao litoral, também é muito convidativa neste período, especialmente para os adeptos do turismo de aventura.

Destino: Cidades históricas de Minas Gerais (MG)

Período: abril a setembro

Em abril as chuvas diminuem no estado, sendo uma boa oportunidade para fazer uma viagem histórica pelo roteiro Minas Colonial, passando por Tiradentes, São João del-Rei, Ouro Preto e Mariana. As cidades guardam registros arquitetônicos do barroco, recontam a história do país e exibem monumentos de artistas como Aleijadinho. Se a viagem for mais curta, vale a pena conhecer o centro de Belo Horizonte e Brumadinho, onde fica o Instituto Inhotim, maior museu a céu aberto do mundo, que possui um acervo com mais de 500 obras.

Destino: Pantanal (MS e MT)

Período: abril a setembro

Os períodos de chuva e seca mudam completamente a paisagem pantaneira. Porém, se o objetivo do visitante é conhecer a fauna e a flora do local, observar pássaros, ter uma temperatura mais amena e noites mais estreladas, o melhor período para se conhecer a região é de abril até setembro, quando as águas começam a baixar, aumentando a visibilidade dos animais e vegetação local.

 

 

Destino: Lençóis Maranhenses (MA)

Período: maio a setembro

Após a estação chuvosa, as lagoas entre as dunas ficam cheias e exuberantes. O maior campo de dunas do Brasil é também um dos destinos preferidos para quem gosta de turismo de aventura e contato com a natureza. Para quem prefere caminhadas longas e interação com comunidades tradicionais, pode-se ter a experiência de pernoitar em vilarejos. Para conseguir descontos nessa época, a dica é planejar com pelo menos 60 dias de antecedência. O parque está inserido nos municípios de Barreirinhas, Santo Amaro e Primeira Cruz.

Destino: Fernando de Noronha (PE)

Período: abril a junho

A campanha Temporada Mais Noronha, premiada pelo Ministério do Turismo no ano passado, oferece descontos de até 30% nos pacotes turísticos para a ilha durante o período de baixa estação. Mesmo sendo um período de chuvas, os turistas conseguem aproveitar os atrativos da ilha, fazer trilhas, mergulhos e passeios de barco. No ano passado, 76 mil turistas viajaram para o arquipélago.

Destino: Bonito (MS)

Período: Março a junho

Os descontos chegam a até 30%. A observação da fauna marinha com snorkel no Rio da Prata, incluindo o almoço, custa R$ 218 por pessoa. Já em baixa temporada, o mesmo passeio sai por R$ 184. A cidade tem movimento o ano todo, principalmente nos meses de dezembro a fevereiro. Apesar de ser um período chuvoso, alguns passeios em Balneários ou Grutas podem ser prejudicados. Recomenda-se a estadia de sete dias no destino para aproveitar mais de 30 atrativos.

Destino: Foz do Iguaçu (PR)

Período: Março a junho

Os preços das diárias são até 40% mais baratos na baixa, além de os principais atrativos serem menos concorridos, como a queda d’água das Cataratas do Iguaçu, a Trilha do Poço Preto e a visita na Ilha dos Papagaios, onde é possível admirar tanto o nascer quanto o pôr do sol. Em feriados prolongados, o Parque costuma reunir cerca de 25 mil turistas no período.

Destino: Serra Gaúcha (RS)

Período: Fevereiro a maio; segunda quinzena de agosto a outubro

A economia nessa época pode chegar a 40%. O movimento nas cidades é tranquilo e é possível conseguir descontos nos ingressos dos parques. Atrativos temáticos como a Aldeia do Papai Noel e o Parque de Neve funcionam diariamente ao longo do ano.

 

Fonte: Ministério do Turismo

 

Imagem: Bigstock byFrazao

 

 

Compartilhe:

FRETAMENTO CONTINUO

A Tursan transporta seus colaboradores de maneira segura e personalizada, atendendo todas as necessidades da sua empresa

SAIBA MAIS