NOTÍCIAS

Cachoeiras tornam destinos turísticos mais atraentes

Em abundância pelo Brasil, cachoeiras podem ser encontradas em diversos roteiros de natureza. O segmento é o que mais cresce no mundo, de acordo com a Organização Mundial do Turismo.

As cachoeiras possuem um forte apelo para os turistas, como revela um estudo da Associação Brasileira de Empresas de Ecoturismo e Turismo de Aventura, encomendado pelo Ministério do Turismo. Estima-se que 46% dos turistas brasileiros valorizem cachoeiras, rios e mares como as principais riquezas do país.

A constatação é uma excelente notícia para o turismo brasileiro. O país tem algumas das maiores e mais belas cachoeiras do mundo. Entre elas, as cataratas de Foz do Iguaçu (PR), terceiro destino mais visitado por turistas estrangeiros, além de Salto Yacumã (RS), a maior cachoeira em extensão do planeta (1.800 metros). Destacam-se ainda as cachoeiras de Parques Nacionais, como as Chapadas dos Veadeiros (GO), dos Guimarães (MT) e Diamantina (BA).

O turismo de natureza, ou ecoturismo, é o que mais cresce no mundo (entre 15% e 25% ao ano), de acordo com a Organização Mundial do Turismo (OMT), à frente dos destinos de sol e praia e de negócios. Uma parcela considerável dos estrangeiros (21%) vêm ao Brasil motivados pelo contato com as belezas naturais do país, conforme mostra com o último estudo de Demanda Turística Internacional, do Ministério do Turismo.

Esse movimento também pode ser notado fora do país. As viagens de aventura, ecoturismo e natureza representam 26,26% de todas as viagens turísticas internacionais no mundo, de acordo com dados de uma associação americana que monitora o setor, a World Travel Trade Association.

As cachoeiras, no entanto, podem oferecer riscos – e os turistas devem estar atentos a medidas de segurança. O programa Viaje Legal, um guia de informações e dicas ao viajante brasileiro, do MTur, recomenda que a prática de turismo de aventura seja orientada por condutores e empresas especializadas no segmento.

“As cachoeiras podem ser ótimas fontes de lazer, mas oferecem riscos aos banhista ou praticantes de esportes de aventura”, afirma o secretário Nacional de Políticas de Turismo, Vinicius Lummertz. Agências e profissionais contratados para atividades de ecoturismo ou aventura devem estar inscritos no Cadastur, um registro do Ministério do Turismo para empresas e profissionais que atuam na área.

Hoje o Brasil lidera um processo inédito de certificação em turismo de aventura. O país já possui 17 normas técnicas validadas pelo Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial (Inmetro), que podem ser acessadas gratuitamente a partir de um cadastro no site.

As empresas certificadas conforme as normas contribuem para o aumento dos níveis de segurança para o turista, previnem acidentes e estimulam a prática segura e responsável das atividades, promovendo a expansão do segmento no Brasil.

 

Fonte: Jornal do Turismo

Imagem: Consciência Cósmica

 

Compartilhe:

FRETAMENTO CONTINUO

A Tursan transporta seus colaboradores de maneira segura e personalizada, atendendo todas as necessidades da sua empresa

SAIBA MAIS